Estimulando Mentes Criativas!

O que é o “Shutdown” no Autismo?

No universo do autismo, o termo “shutdown” descreve uma resposta a intensas sobrecargas sensoriais ou emocionais. Este fenômeno representa uma reação de autoproteção, onde a pessoa com autismo se retrai para lidar com a sobrecarga.

Características do Shutdown no Autismo:

  1. Retraimento Social e Emocional: Frequentemente, a pessoa pode se tornar menos reativa ao ambiente, evitando contato visual ou reduzindo a comunicação verbal.
  2. Redução de Atividades Físicas: Observa-se uma diminuição na mobilidade ou expressão física, evidenciada por períodos prolongados de inatividade.
  3. Diminuição da Resposta Sensorial: Em situações de sobrecarga sensorial, a pessoa pode se desconectar dos estímulos externos, parecendo não ouvir ou perceber o que acontece ao seu redor.
  4. Estado Interno de Sobrecarga: Apesar de uma aparência externa de desligamento, internamente, pode haver um alto nível de estresse ou ansiedade.
  5. Coping e Recuperação: É crucial um período de recuperação pós-shutdown, em um ambiente calmo e tranquilo.

Diferenças entre Shutdown e Meltdown:

  • Shutdown: Caracteriza-se por um retraimento e uma diminuição da interação com o ambiente.
  • Meltdown: Contrasta com o shutdown, sendo mais visível externamente, incluindo comportamentos como agitação, choro, gritos ou agressividade.

Conclusão: Cada pessoa com autismo é única, e as manifestações de um shutdown podem variar significativamente. É vital que a compreensão e o apoio adequado sejam fornecidos para ajudar pessoas com autismo a gerenciar tais situações.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *